sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Perfume floral, !

Desde então foram passadas quatro primaveras.
Mas seu perfume de flores do campo,
Ainda queima meus sonhos em noites gélidas.
A lua grita por atenção.
As estrelas dançam em torno do plutão.
Saturno, Marte e Netuno vão ao encontro do lindo crepúsculo.
E assim a quinta primavera diz adeus,
Quando sua última pétala de seda cai sobre a relva.
E em um ritmo de valsa os astros dançam
Trazendo consigo a última esperança.

Nenhum comentário:

Postar um comentário